> > > Residência em Brasília II

Residência em Brasília II

Residência em Brasília II
Nos 1.200 m² de área construída há espaço de sobra para um pavimento com cinco suítes, subsolo com garagem para nove carros e pé-direito duplo, além de muito design e conforto Foto/Imagem:Joana França

Proporções generosas

A fórmula para fazer um projeto arquitetônico de programa amplo em um terreno exíguo foi dada pelo arquiteto Carlos Bratke nesta residência em Brasília. A exemplo das construções encontradas no Distrito Federal, ela supera os 1.200 metros quadrados e reúne nos três andares um pavimento no subsolo para a garagem, que abriga nove automóveis, e um andar superior com cinco suítes.

É uma casa dentro de uma moldura, mas com volumes salientes. É como se enquadrasse o partido em uma brincadeira geométrica Carlos Bratke

No térreo, o pé-direito duplo confere magnitude ao estar e à sala de jantar totalmente aberta à cozinha. Proporções generosas também estão presentes na cozinha integrada, marcada por uma grande ilha. “Ela nada tem a ver com as usuais bancadas centrais pequeninas. Trata-se de um balcão totalmente livre das paredes, com metragem capaz de servir até ao ambiente da varanda. Um pedido dos moradores”, declara o titular do escritório de arquitetura Carlos Bratke - Arquiteto.

A residência ainda oferece salas de TV e de brinquedo, além de uma sala de descanso que se projeta para fora na fachada principal, formando uma caixa suspensa com varanda.

Moldura destaca volumes salientes

Um dos grandes diferenciais desta casa, segundo Bratke, é a moldura – como se fosse um arco –, que evidencia todas as linhas da construção. Isso acontece porque as empenas se projetam para fora, criando um design especial. “À medida que traçava as primeiras linhas fui vendo que poderia ousar ao jogar os quartos em balanço para fora, tirando partido do efeito dado pela estrutura projetada. O resultado é uma casa dentro de uma moldura, mas com volumes salientes. É como se enquadrasse o partido em uma brincadeira geométrica”, conta o arquiteto.

Eficiência energética com painel solar

Residência em Brasília II - Proporções generosas
Sobre a cobertura metálica há painéis de energia solar que suprem a necessidade da casa. A luz zenital nos banheiros também contribui para a economia de energia Foto: Joana França

A impregnação da laje é perfeita porque nada aparece de fora: não há platibanda, nem uma viga maior na fachada – a viga é o próprio triângulo. Sobre a cobertura metálica foram instalados muitos painéis de energia solar que, praticamente, atendem a necessidade da casa em termos de energia. Outro recurso utilizado para a economia energética é a luz zenital nos banheiros. “É impressionante como a claridade é gostosa. Além disso, ela é muito mais efetiva do que a proporcionada pela janela. A abertura zenital tem a vantagem de deixar a luz entrar por cima e ainda trazer ventilação para o banheiro”.

Ventilação cruzada

Na parte inferior prevalece a ventilação cruzada; na superior, grandes janelas nos quartos voltam-se para uma varanda protegida por grandes beirais que favorecem o sombreamento e o conforto térmico no interior da construção.

Materiais modernos

Essa maneira diferente de colocar o fechamento de acrílico deu um efeito interessante à porta Carlos Bratke

Um reflexo de Brasília, a casa é basicamente concreto pintado na cor branca. A ideia de Carlos Bratke era modernizar a edificação a exemplo da cidade onde está inserida. “Não quis fazer concreto aparente natural porque enxergo a cidade hoje mais contemporânea, com suas casas em concreto aparente pintadas na cor branca”. Apenas o interior do andar superior – os quartos – recebeu pintura especial cimentícia.

Na arquitetura de interiores alguns detalhes chamam a atenção, como uma porta de entrada de aço, com furos quadriculados e fechados com acrílico colorido e transparente, ora instalados pelo lado interno, ora externo. “Essa maneira diferente de colocar o fechamento de acrílico deu um efeito interessante à porta”, expressa Bratke. Na decoração, o mobiliário ostenta peças de Sergio Rodrigues, um dos designers favoritos dos moradores.

Escritório

Carlos Bratke Arquiteto2 projeto(s)

Local: DF, Brasil
Início do projeto: 2011
Conclusão da obra: 2014
Área do terreno: 1.032
Área construída: 1.206

Tipo de obra:
Residência
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow Desenhos e plantas

Ficha Técnica

Exibir mais itens

Mantenha-se atualizado! Receba
gratuitamente os Boletins e Informativos
da Galeria da Arquitetura

E-mail cadastrado com sucesso!

Você ficará informado sobre tudo que acontece
no mundo da Arquitetura. Aproveite!

novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo