> > > Hotel Courtyard by Marriott

Hotel Courtyard by Marriott

Hotel Courtyard by Marriott
O Hotel Courtyard by Marriott foi inspirado na contemporaneidade europeia aliada a traços de brasilidade Foto/Imagem:Rafael Souto Maior

Mistura de influências

Situado em Recife/PE, o Hotel Courtyard by Marriott é um empreendimento quatro estrelas operado pela famosa bandeira internacional. Faz parte de um complexo composto por hotel, centro empresarial, loja e edifício garagem. Seu projeto arquitetônico leva a assinatura do escritório Metro Arquitetura, que foi chamado para criar uma identidade estética de padrão mundial e, ao mesmo tempo, tropicalizada, de acordo com a sua localização no Brasil e, especificamente, na região Nordeste.

"Nos inspiramos tanto nas diretrizes dos manuais Marriott quanto na estética e nos materiais da própria região onde o edifício está situado, além de tentarmos nos aproximar ao máximo do design europeu", explica o arquiteto Rafael Souto Maior.

Padrão mundial

A bandeira Marriott caracteriza-se pelo perfil executivo, procurando atender a profissionais do mundo todo que viajam com frequência a trabalho e, por isso, valorizam ambientes acolhedores, práticos e com excelente relação custo benefício.

O projeto do Courtyard segue todos os padrões internacionais de eficiência e segurança, com sistemas automatizados contra incêndio e de iluminação e climatização, entre outros. O conceito do lobby, do restaurante e do centro de convenções é de integração total.

O usuário percorre esses espaços sem barreiras visíveis, usufruindo, assim, da permeabilidade e da amplitude. A integração das variadas as áreas comuns do andar térreo foram concebidas de modo a valorizar a experiência do hóspede nas várias formas de se utilizar os espaços públicos.

"A área de eventos e o restaurante são grandes destaques no projeto. Por ser um hotel urbano e corporativo, próximo à praia e a pontos turísticos, ele se torna, também, um espaço de lazer nos finais de semana e feriados", observa o arquiteto.

Layout integrado

As fachadas do Courtyard by Marriott são feitas de alumínio e vidro, com um sistema unitizado de painéis pré-fabricados. Cada painel possui um vidro com peitoril e proteção termoacústica.

Embebido do conceito internacional, é possível perceber, já a partir do porte-cochère com pé direito duplo da entrada principal, que os ambientes são bem definidos por marcações de piso e forro, com alguns elementos verticais vazados, que estruturam o espaço e interagem de forma fluida, porém controlada.

Hotel Courtyard by Marriott - Mistura de influências
O projeto precisava ter uma identidade estética de padrão internacional e, ao mesmo tempo, tropicalizada de acordo com a sua localização, no Nordeste brasileiro Foto: Rafael Souto Maior

Os fluxos se dividem em três direções: o primeiro dá acesso aos elevadores; o segundo, à escada monumental no pé-direito duplo marcado por um lustre de grande escala; e o terceiro às áreas comuns, como biblioteca, home theater, bar, restaurante e centro de convenções.

A distribuição desses ambientes é feita ao longo do perímetro da área externa do porte-cochère, o que possibilita não só a iluminação natural, mas também o desenvolvimento dos espaços de permanência ao longo do percurso entre os ambientes integrados.

O primeiro pavimento abriga o espaço de uso público, com uma generosa sala de reuniões. O restante da área é reservado para espaços de serviço e administração.

Design contemporâneo

Nos andares de apartamentos do Courtyard by Marriott, o desafio dos arquitetos foi criar quartos contemporâneos, com móveis de traços retos, que se conectassem com os demais ambientes do hotel.

Os banheiros seguem a mesma linha contemporânea dada aos dormitórios, exibindo materiais neutros, como vidro, madeira e porcelanato retificado. A otimização da área reduzida se dá por meio do aproveitamento da bancada estreita, que comporta não só a cuba de semiencaixe, mas também a bacia, permitindo assim que o box seja amplo, sem necessidade de porta.

“Para o design do projeto de interiores, tivemos influências contemporâneas europeias, com alguns materiais locais e bastante arte e artesanato da região. Buscamos uma estética coerente, com muita iluminação indireta partindo do forro e, pontualmente, com luminárias que se integram com a configuração dos ambientes”, comenta Maior.

Materiais e cores

A madeira imbuia, o porcelanato travertino romano e revestimentos vinílicos de tonalidade areia predominam entre os materiais, complementados por acabamentos em superfícies cristalizadas de vidro e aço inox. O contraponto de sofisticação se dá pela inserção das cores preta e cinza, principalmente nos estofados.

Cores neutras nas paredes fazem o fundo para os painéis de tom amadeirado e cinza texturizado, deixando o colorido para os acessórios, pufes e almofadas. “As cores verde e azul caracterizam a arquitetura de interiores da marca Marriott e estão presentes nos carpetes, em elementos arquitetônicos com pintura em laca e nas diversas texturas dos estofados”, conclui o arquiteto.

Fornecedores desta obra

Iluminação

Philips

Impermeabilização

Weber Quartzolit

Escritório

Metro Arquitetura3 projeto(s)

Local: PE,Brasil
Área do terreno: 4.483
Área construída: 8.190

Tipo de obra:
Hotéis
Tipologia:
Lazer e Turismo

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow

Ficha Técnica

Exibir mais itens

Mantenha-se atualizado! Receba
gratuitamente os Boletins e Informativos
da Galeria da Arquitetura

E-mail cadastrado com sucesso!

Você ficará informado sobre tudo que acontece
no mundo da Arquitetura. Aproveite!

novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo