> > > Airbnb

Airbnb

Airbnb
A mistura de culturas define o projeto alegre, colorido e proativo da sede do Airbnb, em São Paulo Foto/Imagem:Fran Parente

Identidade brasileira com flexibilidade californiana

O Airbnb, sediado na cidade norte-americana de São Francisco, é um site de aluguel de imóveis que se inspira na cultura dos países onde atua. Trazendo um pouco do estilo californiano para o Brasil, a filial brasileira da organização está localizada na Rua Fradique Coutinho, no bairro boêmio da Vila Madalena, em São Paulo (SP). Foi concebida pelo escritório MM18 Arquitetos Associados dentro do edifício comercial Mix 422, com projeto arquitetônico assinado por Isay Weinfeld.

Não se trata de um escritório tradicional. Eles trabalham de uma forma muito flexível. Tivemos de fazer ambientes que possibilitassem esse estilo de trabalho Mila Strauss

Mila Strauss e Marcos Paulo Caldeira, por sua vez, foram os responsáveis pelo ambiente interno do escritório. Vencedores do concurso fechado que definiu quem realizaria o projeto de interiores, os arquitetos desenvolveram o programa em parceria com a equipe norte-americana, utilizando a identidade brasileira como ponto de partida e o estilo californiano de trabalho como fonte de inspiração.

Autenticidade

As casas de anfitriões disponíveis para aluguel no site serviram de estímulo para a elaboração das salas de reunião do Airbnb. Os materiais e a decoração seguiram fielmente os protótipos selecionados, aplicando inclusive técnicas de cenografia que ajudaram na criação de cada ambiente, como a réplica de uma residência situada em Santa Teresa (RJ).

“Há uma sala de Montreal e outra que se chama Mar Azul, em referência à província próxima a Buenos Aires. Eles escolheram alguns lugares para fazer as réplicas”, conta a arquiteta Mila Strauss ao explicar o motivo pelo qual escolheram o escritório MM18 para assinar o projeto, pois sua linguagem arquitetônica é similar à que a empresa procurava.

“Utilizamos pouco material sintético. O cimento é cimento mesmo, a madeira é madeira e o tijolo é tijolo. A transparência é um diferencial da marca”, frisa Strauss a respeito da iniciativa da organização de apresentar uma personalidade autêntica, expressa por meio de materiais naturais e brutos.

Usando a tática da identidade a seu favor, os desenhos de Burle Marx e Athos Bulcão foram eleitos como a representação exata da brasilidade nas artes. “Propomos trabalhar com artistas brasileiros e usar o paisagismo dentro do escritório para deixá-lo tropical”, comenta, ainda, a arquiteta.

O arquiteto Marcos Paulo Caldeira complementa lembrando como a clareza de informações favoreceu o pedido da empresa norte-americana. “Eles têm um sistema bem interessante e ordenado. Já recebemos o material explicando o Airbnb no mundo e como deve ser o comportamento da equipe”, afirma sobre o método esclarecedor que facilitou o desenvolvimento do programa.

Flexibilidade corporativa

Os colaboradores desfrutam de diversos espaços para que as suas atividades fluam naturalmente, como o café, o balcão da cozinha e os postos de trabalhos fixos ou rotativos, entre outrosFoto: Fran Parente

“Não se trata de um escritório tradicional. Eles trabalham de uma forma muito flexível. Tivemos de fazer ambientes que possibilitassem esse estilo de trabalho”, ressalta a arquiteta.

Para adaptar o espaço físico à atmosfera da equipe, foi projetada uma área de eventos, onde os funcionários podem realizar diversas atividades, de tomar o café da manhã a organizar um workshop para 50 pessoas. “O usuário tem de ter motivação aqui dentro, tem de se sentir sempre instigado, e os ambientes foram concebidos para proporcionar isso”, reforça o arquiteto parceiro.

A sede paulistana do Airbnb possui estações de trabalho fixas e adaptáveis. O usuário tem de ter motivação aqui dentro, tem de se sentir sempre instigado, e os ambientes foram concebidos para proporcionar isso Marcos Paulo CaldeiraAlguns dos funcionários trabalham em tempo integral e outros viajam, além de a empresa receber colaboradores de outros cantos do mundo – os escritórios, portanto, devem ser adaptados a esse estilo corporativo diferenciado. “Sempre tem alguém vindo para trabalhar aqui, enquanto os funcionários locais também vão participar de treinamentos em São Francisco e outros lugares. As estações fixas ficam para o time local e as outras, flexíveis, para quem vem de fora”, relata Strauss.

Por mais que o escritório MM18 já tivesse projetado ambientes rotativos anteriormente, nunca haviam sido tão intensos como os desenvolvidos para o Airbnb. “Aprendemos um novo sistema de trabalho, que no Brasil nunca tínhamos visto”, expõe a arquiteta.

Tecnologia entretida

“Uma característica muito forte desse projeto é que ele é muito tecnológico. Tem telões incríveis, o projetor é superpotente e as salas de conferência, super hightech”, reforça a autora sobre um ponto importante que precisou ser desenvolvido com cuidado, já que o ambiente é voltado exclusivamente para a internet e precisa de um ótimo sistema de navegação.

Caldeira explica que a qualidade dos equipamentos e a quantidade de cabeamento escondida é maior do que a da média. “Esse escritório foi desenvolvido tendo em vista a mobilidade: você pode trabalhar no sofá, na cozinha, no phonebuff. É o conceito do laptop, que você carrega para todos os espaços. Então, a atenção que se teve com wi-fi é de não perder nada para o sistema cabeado”, completa.

Cores e alegria

Airbnb - Identidade brasileira com flexibilidade californiana
As estações de trabalho adaptáveis são designadas para quem vem de fora, enquanto os funcionários locais ocupam as estações fixasFoto: Fran Parente

Vários recursos foram pensados para que o trabalho flua naturalmente, com os colaboradores sentados no café, em sofás, no balcão da cozinha, em postos de trabalhos fixos ou rotativos e assim por diante. Sempre de maneira confortável e agradável. Além disso, a empresa também conta com uma sala de ioga e de massagem, que pode ser utilizada para reuniões com capacidade para até dez pessoas.

A arquiteta Mila Strauss aponta a vontade que o Airbnb tem de não se parecer com um escritório tradicional. Todo o esforço é aplicado para que os seus funcionários se sintam em casa. Por isso, o mobiliário foi desenhado exclusivamente para o espaço, remetendo a peças caseiras. “Ele ganhou uma cara mais gostosa assim, nada formal”, completa. “É um escritório mais alegre, mais colorido, mas nem por isso é menos escritório”, concorda o arquiteto Caldeira.

Escritório eficiente

Mesmo com ar-condicionado, o escritório pode ser todo aberto para a renovação de ar, pois é cercado por uma varanda grande e confortável termicamente. Para a iluminação natural, os arquitetos do MM18 mantiveram todas as janelas existentes e fizeram um controle com persianas e blackout – dependendo do horário do dia, pode-se isolar o sol ou não, priorizando uma luz agradável.

É um escritório mais alegre, mais colorido, mas nem por isso é menos escritório Marcos Paulo Caldeira

Os arquitetos revelam que outra preocupação foi com a acústica. Apesar de ser um open space, tomaram cuidado com a vedação das portas e das salas de reunião, adotando uma série de detalhamentos que permitissem conforto aos funcionários. O forro também foi escolhido para ter um índice de reverberação maior do que o convencional.

Luminárias de design

O projeto luminotécnico funciona em duas camadas. “Temos uma camada de iluminação mais convencional e funcional de escritório. Já a segunda camada é mais charmosa, com luminárias desenvolvidas por designers parceiros”, disse Caldeira.

A equipe do MM18 está montando reunindo peças de design, com criações autorais e desenhos de colaboradores externos que se assimilam ao seu estilo. Foram convidados, por exemplo, o designer carioca Brunno Jahara e a designer e arquiteta Carol Gay para comporem o acervo.

“O Brunno fez um carpete com estampa exclusiva, inspirado em Burle Marx e Athos Bulcão. A Carol fez luminárias inspiradas nos galhos de uma árvore. Além disso, ela criou a Pantogra, que é uma luminária pantográfica baseada no cabideiro tradicional brasileiro”, conclui a arquiteta Strauss.

Escritório

MM18 Arquitetura7 projeto(s)

Local: SP, Brasil
Início do projeto: 2015
Conclusão da obra: 2015
Área construída: 360

Tipo de obra:
Escritórios
Tipologia:
Corporativo

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow Desenhos e plantas

Ficha Técnica

Exibir mais itens

Mantenha-se atualizado! Receba
gratuitamente os Boletins e Informativos
da Galeria da Arquitetura

E-mail cadastrado com sucesso!

Você ficará informado sobre tudo que acontece
no mundo da Arquitetura. Aproveite!

novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo