> > > Centro de Formação de Professores EducaMais Jacareí

Centro de Formação de Professores EducaMais Jacareí

Centro de Formação de Professores EducaMais Jacareí
Como um grito de Cultura, a fachada trabalhada em quatro tons de vermelho foi concebida para chamar a atenção de quem passa Foto/Imagem:Dimas Soares

Marco na paisagem

Quando imaginei a obra, pensei que ela deveria ter o caráter de um berro, de um grito de cultura que chama a atenção de quem está chegando na cidade de Jacareí Ruy Ohtake

O Centro de Formação de Professores EducaMais Jacareí, projeto arquitetônico de Ruy Ohtake, é uma peça cultural de grande importância para a cidade e para o vale do Parnaíba. Localizado na via Dutra, precisava ser chamativo. “Por isso, quando imaginei a obra, pensei que ela deveria ter o caráter de um berro, de um grito de cultura que chama a atenção de quem está chegando na cidade de Jacareí. Ele tinha de ser forte, não poderia ser um grito no vazio. Por isso, além da forma diferenciada, pintei a fachada com quatro tons de vermelho, transformando a construção em um marco na paisagem”, relata o arquiteto Ruy Ohtake.

A obra é uma lâmina ondulada de concreto na cor vermelha, com 80 m de comprimento. Ocupa uma área de 6.445 m e caracteriza o esforço da cidade em promover atividades culturais e formar futuros artistas. “É quase inacreditável ver que um município de 200 mil habitantes pode fazer uma obra cultural desse porte”, admira-se Ruy Ohtake. As dependências do centro dão acesso ao Teatro, ao Centro de Artes Visuais e ao de Formação de Professores.

Se o show tiver a perspectiva de ser muito grande, atrás do teatro há um estacionamento com 152 vagas que pode ser integrado ao evento. Basta a cortina abrir para trás, e o espetáculo ao ar livre passa a ser dirigido ao público externo. Esta área anexada abriga 8 mil lugares Ruy Ohtake

Programa

Com um amplo programa nos quase 10 mil metros quadrados, o projeto abriga um teatro com formato circular, palco de 15 x 14 m, orquestra, camarins, almoxarifado de cenografias, amplo foyer e capacidade para 720 pessoas. “Se o show tiver a perspectiva de ser muito grande, atrás do teatro há um estacionamento com 152 vagas que pode ser integrado ao evento. Basta a cortina abrir para trás, e o espetáculo ao ar livre passa a ser dirigido ao público externo. Esta área anexada abriga 8 mil lugares”, revela Ruy Ohtake.

Do lado direito, com entrada independente, mas integrando o mesmo edifício, fica o setor de artes visuais, com grande hall de exposições que comporta três eventos simultaneamente – pinturas, fotografias, entre outros temas, sendo uma delas para o acervo de obras de arte do município. A área ainda comporta ateliês de aulas e trabalhos.

No setor de formação e aperfeiçoamento dos professores há nove auditórios: três para 100 pessoas, cada, e seis menores para 50 pessoas, cada. O local ainda acomoda salas de reunião, administração e conjunto de lanchonete, loja de artesanato e livraria. Complementando o equipamento, o arquiteto Ruy Ohtake também projetou uma creche e um pavilhão para atividades destinadas à terceira idade. “É um espaço importantíssimo para a formação e o aperfeiçoamento de professores da região. Além disso, a creche e o salão para atividades de pessoas idosas complementam esse conjunto, oferecendo mais versatilidade a diferentes faixas etárias”, conclui.

Materiais e acústica

Centro de Formação de Professores EducaMais Jacareí - Marco na paisagem
No teatro, forro, piso e paredes receberam tratamento acústico para que nenhum som interfira nas apresentações Foto: Dimas Soares

A estrutura de concreto leva pintura com argamassa mineral nos quatro tons de vermelho do edifício. No teatro, a estrutura é metálica, e o forro, o piso e as paredes apresentam características acústicas, com revestimento que absorve o som. “A peça e o concerto não podem ser interrompidos. Por isso, o interior foi isolado, sem problemas acústicos”, garante Ruy Ohtake. Além da luz natural, o projeto de iluminação adapta-se aos espetáculos, podendo ser ajustado antes de cada peça. “É possível acertar a luz para permitir os mais variados tipos de foco e efeitos especiais”, conta o arquiteto.

Design contemporâneo

No design da obra há uma liberdade de desenho com estilo atual, mas sem perder a brasilidade e dentro de uma linguagem de expressão internacional. Ruy Ohtake confessa que o grande desafio é ser contemporâneo e manter as raízes brasileiras. “Essa é uma função muito importante da arquitetura: fazer uma obra surpreendente, uma manifestação cultural. E edificação precisa ser amiga da cidade, da população, para que todos tenham orgulho da sua arquitetura”.

O Centro de Formação de Professores EducaMais Jacareí supre as necessidades de um teatro, um centro de artes visuais e um lugar para seminários e palestras – apto a se transformar em um centro de formação e aperfeiçoamento de professores. Segundo o arquiteto Ruy Ohtake, sua importância está, principalmente, em permitir o desenvolvimento cultural da população. “É uma forma democrática de colocar esses equipamentos para a cidade. O que mais me entusiasma em relação ao projeto e à sua execução é acreditar que arquitetura é obra construída, feita para o uso da população que, por meio dela, pode sentir a própria importância”, finaliza.

Quer ver mais Centros Culturais? Conheça a Praça das Artes, o Centro Max Feffer de Cultura e Sustentabilidade e a Sala São Paulo


Fornecedores desta obra

Escritório

Ruy Ohtake2 projeto(s)

Local: SP, Brasil
Início do projeto: 2010
Conclusão da obra: 2014
Área do terreno: 6445

Tipo de obra:
Centros Culturais

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow

Ficha Técnica

Exibir mais itens

Mantenha-se atualizado! Receba
gratuitamente os Boletins e Informativos
da Galeria da Arquitetura

E-mail cadastrado com sucesso!

Você ficará informado sobre tudo que acontece
no mundo da Arquitetura. Aproveite!

novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo