> > > Casa Bosques

Casa Bosques

Casa Bosques
Morada de veraneio no litoral gaúcho, Casa Bosques aposta em ambientes sem divisórias e integração com ambientes externos Foto/Imagem:Vanessa Bohn

Sem barreiras

Localizada em um condomínio na Praia de Atlântida – a 140 km de Porto Alegre (RS) –, a Casa Bosques foi projetada pelo escritório STUDIOCOLNAGHI para ser uma morada de veraneio no litoral norte gaúcho.

O projeto arquitetônico assinado pela arquiteta Ana Maria Colnaghi Enzveiler valoriza os espaços de socialização para a família e os amigos e promove a integração com o exterior. “[Trata-se de] uma residência com design diferenciado, muita integração com o ambiente externo e contato com a natureza”, frisa a responsável.

Layout integrado

A casa foi construída em um terreno de 605 m² em formato de trapézio retângulo, localizado em um condomínio residencial cercado por um bosque de Mata Atlântica nativa. A ausência de vizinhos de fundos permitiu que houvesse permeabilidade entre as fachadas da casa e criou, segundo a arquiteta, condições para que ela usufruísse de ventilação e iluminação naturais.

A ausência de paredes marca os espaços internos da Casa Bosques. Os dormitórios são os únicos espaços reservados. A ausência de barreiras visuais também ocorre na fachada, em que grandes panos de vidro permitem a ligação direta com o ambiente externo. “Os grandes painéis envidraçados normalmente seriam divididos em vários módulos. Mas fizemos um esforço para conseguir panos maiores que valorizassem a linearidade e diminuíssem a presença de montantes”, conta a arquiteta.

Valorizada pela vista para o lago do condomínio, a sala de estar do andar superior destina-se ao descanso, à diversão e conta com uma pequena biblioteca dos moradores.

Projeto buscou minimizar as barreiras visuais entre o interior e o exterior de residênciaFoto: Vanessa Bohn

Naturalidade

Influenciado pelo movimento modernista, o escritório de arquitetura buscou a simplicidade formal nos acabamentos da residência.

As lajes e a fachada de concreto aparente, moldado com ripas de madeira, têm um aspecto rústico. O acabamento é valorizado pelas paredes texturizadas em tom neutro e pelos vidros semirrefletivos, que trazem a cor verde para a face.

Na área externa, destaca-se o muro de pedra que separa as áreas da piscina e da garagem, atravessa a esquadria e “entra” na casa. A palmeira canariense também ganha destaque na ponta do terreno, refletindo na piscina. “As demais vegetações foram estudadas para criar pontos de cor e jogos de alturas diferentes valorizando cantos e volumetrias”, explica a arquiteta.

O projeto de interiores também procurou valorizar o design contemporâneo e a utilização de materiais naturais. “[Usamos] peças de designers brasileiros como Aristeu Pires e Jader Almeida”, conclui Enzveiler.

Escritório

STUDIOCOLNAGHI1 projeto(s)

Local: RS, Brasil
Início do projeto: 2013
Conclusão da obra: 2014
Área do terreno: 605
Área construída: 400

Tipo de obra:
Residência
Tipologia:
Residencial

Materiais predominantes:

Diferenciais técnicos:

Ambientes e Aplicações:

Slideshow

Ficha Técnica

Exibir mais itens

Mantenha-se atualizado! Receba
gratuitamente os Boletins e Informativos
da Galeria da Arquitetura

E-mail cadastrado com sucesso!

Você ficará informado sobre tudo que acontece
no mundo da Arquitetura. Aproveite!

novidades fechar
Receba o boletim da
Galeria da Arquitetura
veja um exemplo